Para o MBL e Mamãe Falei e todos os Neoliberalistas.

Primeiro quero começar dizendo que detesto veementemente o MBL e o Mamãe Falei, pela sua ideologia e pelas provocações deliberadas ao estado de direito e ao contraditório, mas quero começar a acabando com a farsa que se esconde atrás deste discurso pregado por estes hipócritas e vendidos.
Como pode o MBL através das caricatas pessoas que assim o defendem se colocarem a favor da política do neoliberalismo que para começar explicando de maneira superficial é nada mais nada menos que um termo para uma ampla variedade de estudos acadêmicos sobre política econômica e economia do desenvolvimento, mas o conceito principal cujo uso e definição sofreram algumas alterações ao longo do tempo, sendo que suas origens rementem a Escola Austríaca no final do século XIX, este modelo foi também adotado pelos Escandinavos (Suécia, Dinamarca, Noruega e Finlândia), estes ideais atraíram adeptos mais adeptos em 1942 na Inglaterra e defendendo sua política o Partido Trabalhista venceu as eleições em 1945 na Inglaterra, Winston Churchill chegou a dizer que “os trabalhistas eram iguais aos Nazistas “.
No Brasil esta política incentivou assim como em outros países um grande processo de privatização aqui houve a concessão para exploração do sistema de transporte, o fim da proibição da participação estrangeira nos setores de comunicação e o fim do monopólio da Petrobras para exploração de petróleo e privatizações de setores estratégicos ligados a energia e mineração, foram medidas adotadas pelo pais em um curto espaço de tempo do final dos anos 80 e durante os anos 90, podemos citar como exemplo duas grandes empresas estatais que eram tidas ônus pelo governo brasileiro, porém eram lucrativas e competitivas são o caso da Vale do Rio Doce (hoje conhecida como Vale) e da Companhia Siderúrgica Nacional.
Nestes casos assim como também em outros casos que estão por vir como a Base de Alcântara que também está para ser privatizada representam um enorme ônus ao povo brasileiro além da destruição de nosso legado e perca de domínio e regulamentação sobre uma área em especifico, veja o povo brasileiro através do governo investe nestes projetos para que possamos ser mais competitivos como nação e fazer frente a outros países que denominados com de primeiro mundo, ou seja, vendemos a Vale do Rio Doce e a preço de banana e em dois anos o dinheiro investido foi recuperado, idem a Companhia Siderúrgica Nacional, estamos neste caso vendendo a galinha e não ovo.

Ainda temos outro problema usualmente estas empresas possuem empréstimos ou são criadas através do BNDES que cobra juros baixos, ou seja, perdemos possibilidade de desenvolvimento e capacidade real de evolução em vários setores, além do que ainda entregamos nossos segredos a outros países e não há lucratividade, pois estas estatais podem gerar lucro mês após mês e não somente 1 vez com a sua privatização como sugere a política neoliberal, portanto o MBL e o Mamãe Falei são contra as melhorias do estado e querem colocar tudo a venda, vamos colocar uma faixa sobre a nação e dizer estamos a venda, somos a puta velha do mundo, não podemos concordar com isto, estas pessoas não fazem ideia do que estão falando e qual será o futuro do Brasil se não houver estado presente em nenhum lugar, podemos dizer que o vidente Raul Seixas já fez a música “Aluga-se” pensando nos dias atuais e talvez seja isso mesmo que esteja acontecendo e que estes camaradas estão apoiando.

O Neoliberalismo segundo o próprio FMI causou um aumento da desigualdade social, podendo prejudicar o crescimento econômico sustentável em países desenvolvimento e pode ter efeitos nocivos de longo prazo, pois com esta doutrina o fluxo de caixa de um país em desenvolvimento aumenta a curto prazo, mas causa volatilidade e possibilidade de quebra.

Segundo especialistas do FMI os 150 casos desde 1980 de economias emergentes que tiveram forte aumento do fluxo capital 20 % resultaram em crise financeira, além da desigualdade social na população do país, tendo como efeito colateral as políticas de austeridade que frequentemente reduzem o tamanho do Estado não somente gerando custos sociais substancias, mas também prejudica a demanda e aprofunda o desemprego.
Dito isto pergunto se eles realmente querem o melhor para o Brasil ou se possuem interesses escusos que necessitam ser esclarecidos, porque apoiar a política neoliberal não é o interesse da nação e do povo brasileiro, pois apenas traz ônus e nenhum bônus a grande parte do povo.

Foi com enorme horror que me deparei com a frase, ao pesquisar o posicionamento exercido pelo MBL sobre as eleições americanas:

“Com Hillary seria pior. Ele tem defeitos, mas em termos de política econômica, pelo menos, não propõe coisas como taxar grandes fortunas. Há duas indicações a serem feitas para a Suprema Corte dos EUA. Trump deve indicar juízes que respeitam o que está na lei. A tendência dos democratas é indicar juízes com interpretação mais flexível da Constituição e que não se atêm ao que está escrito.” Kim Kataguiri
Fonte – http://www.bbc.com/portuguese/brasil-37917248

Vale lembrar, a política neoliberal prega a liberdade financeira de investimento e fiscal, a não taxação das grandes fortunas, total ausência do Estado, que tem por dever regular setores com lucros exorbitantes como o bancário, por exemplo. Traduzindo, uma enorme bandeira ao grande capital e especuladores multi milionários, que nem precisariam de garotos propagandas, não fosse o avanço da guerra ideológica criada nos países da América Latina, assim como ocorreu e ainda ocorre na Europa, promove a polarização de posicionamentos e emburrece os menos informados.

Segunda observação, faltaram avisar ao Kim que em, “termos de política econômica” Trump, vai na contra-mão dos ideais defendidos do MBL. Ou seja, quando a economia se volta para o mercado interno, acabando com tratados e relações com parceiros a liberdade comercial torna-se zero. A Hillary seria mais liberal do que Trump é.

Além do mais, eles são a favor da extinção da consolidação das leis trabalhistas, discursando que a negociação entre empregado e empregador deve prevalecer, sem garantias pré definidas ao trabalhador. Medidas que mais uma vez favorece, apenas o patrão.

Neste contexto de causar um desserviço ao povo brasileiro o MBL e o Mamãe Falei ainda apoiam o senhor Jair Bolsonaro e concordam com várias das ideias dele, como por exemplo das privatizações, exploração de mineral em reservas indígenas que o próprio Bolsonaro defende acabar com elas por conta disto, um homem que diz que descendentes quilombolas não servem nem para procriar, que fala que teve 5 filhos 4 foram homens e 5 deu uma fraquejada e veio uma mulher, que fala que tinha na presidência um energúmeno que não sabia contar até 10 porque só tinha 9 dedos, é preconceituoso com os homossexuais e entre outras palhaçadas promovidas por este senhor, não podemos se quer acreditar que estes senhores do MBL, Mamãe Falei e Jair Bolsonaro querem o melhor para esta nação, que era habitada pelos índios, foi invadida e dominada pelos portugueses fazendo deste país escravagista, que cresceu nos seus primeiros anos por conta das chibatas nas costas dos negros que iniciamos esta nação, desrespeitar nossa origem e negar isto é uma ofensa terrível e desrespeitosa, beira as políticas nazistas os ideais deste senhor assim daquele que o apoiam.
Devemos expurgar as ideias pregadas por Jair Bolsonaro, MBL e Mamãe Falei para que o mundo não volte a ter e a vivenciar momentos estranhos, com política de ódio, degenerada e deturpada por ideias funestas como estas.

 

André Rossi Zaffani – O Plutocrata

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s