VÍDEO: A pluralidade de OPINIÕES contra a reforma trabalhista

Assim como todos os que são contra NESTE MOMENTO, também sou a favor da reforma trabalhista desde que haja amplo debate, sem interesses espúrios do grande capital financeiro internacional, que continuam controlando a maioria dos parlamentares que já estão melados melhor, lambuzados após fartos jantares de luxo promovidos pelo Treme Temer censurinha, agonizam mas resistem em suas funções públicas com mandatos rotativos .
Aliás, avisem o decrépito, que sua pequenez o transforma-rá na figura mais abjeta da história devido sua covardia.
Um governo que entra pelas portas dos fundos, na calada da noite com investigado da polícia federal, para conversas no mínimo estranhas, não pode ter legitimidade para colocar na agenda qualquer tipo de alteração a constituição. Uma vez que o próprio, assumiu ser um “velho muito inocente”.
Paulo Maluf, ladrão nato, legítimo representante da politicalha nacional, com chancela interpol já prometeu utilizar o discurso após condenação no STF de 8 anos de jaula.

Voltando a Audiência Pública para debate da Reforma Trabalhista, que ocorreu nessa última segunda-feira 23 de Maio, tentarei fazer uma narrativa dos principais pontos apresentados pela oposição, que aliás mostrou- se a melhor situação que o país já teve nos últimos 500 anos e oposição mais inflamada também. Diferente de alguns medeiros da vida que se utilizam de provocações baixíssimas, polariza assuntos é incoerente faz ataques ao já fragilizado Linderberg, hoje ele não mereceu nenhum flash na nossa edição, assim como Renan Calheiros, que já está de colete salva-vidas há dois meses, mas mantém relações com maia e temer fazendo papel de “mediador” nessas reformas ilegítimas, pelo menos por enquanto.
[……………]

Ânimos alterados desde o início, Lindbergh reclama que votação é provocação e pede presença dos grandes líderes com Eunício vulgo Índio, Maia e Temer para debate justo e participação ampla da sociedade;
Randolph lê artigos do regimento interno e invoca por encerramento;
Humberto Costa chama governo decadente e aliados de zumbis que não sabe se permanece uma semana ou um mês no poder;
Lídice da Mata, faz discurso sóbrio e construtivo;
Destacamos a fala de Paim que é direto com os golpistas e diz na cara de juca vulgo Caju, que eles correm do debate. Fato lembrado e registrado em Audiência da CPI da Previdência ao qual Paulo Paim, preside – Cajú, passou um belo óleo de peroba na sua face degenerada e defendeu a reforma da previdência por mais de 15 minutos e na SEQUÊNCIA foi embora, como deverá ocorrer a partir do momento em que o povo invadir Brasília. Escorreu pela tangente a saída a francesa, a lá ronaldo fenômeno na copa de 1998. Que alias está mais sumido do que foto do Aécio no perfil do luciano calderão. Paim ainda apresenta, números levantados na CPI, que aponta dívida total de 2 TRILHÕES dos grandes empresários com a União, desmascarando convidados e golpistas que defendem reformas IMORAIS. Apenas 3% dos mais ricos devem 2 TRILHÕES para a União, e querem tirar suas férias, e almoço. Além dos Bilhões gastos em caixa 2 para campanha da maioria dos parlamentares envolvidos nesse CIRCO de corrupção;
Professor Eduardo Fagnani na mesma linha de Paim, se utiliza de estudos concretos do Dieese, FMI e outras instituições, além da própria Fiesp (essa mesma do Patão Amarelo) que apontam precarização da mão de obra e negociação direta com empregador desvantajosas para a geração de empregos ao contrário do que promete a base aliada e líderes do governo. Mas os estragos vão além como diminuição de distribuição de renda, queda no salário/ consumo e baixa no PIB.
A partir do momento que Randolph tentou registrar sua questão de ordem a discussão avacalhou, sendo reproduzida com vigor pelos jornais globais noturnos e matinais como um sensacionalismo barato apenas esse trecho lamentável. Nós preferimos não dar ênfase pois, como dizia Brizolla “Se a Globo for contra, eu sou a favor e se a globo é a favor, eu sou contra”. Nossa impressão é que a mídia (O quarto poder) é fascista.
Trata a pauta Brasil, como um grande Big Brother e gosta de promover estrategicamente o estado elitista, uma pequena nota de correção e pedido de desculpas em horário nobre já viraram rotina. Na mesma direção caminha outro errante chamado Dória o Demolidor de Casas com pessoas dentro. Desculpas ainda é pouco para atitude fascista no Centro de São Paulo;
Selecionei para finalizar a fala coerente do Senador José Pimentel, que assim como toda a oposições tentou impedir debate, sob argumentos contundentes de que o relator Ricardo Ferraz, confirmou através de ligações e até um twitt na sexta (19/5) dizendo não haver clima para continuidade do tema por enquanto, devido a bomba que caiu em suas cabeças na semana passada. A pergunta que fica. Que forças são essas que recolocaram esse assunto sob a mesa? O Temer não tem força nenhuma. Aliados afundam juntos, mas continuam colocando em pauta interesses do empresariado dentro da casa do povo.

ASSISTA:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s